Cenário Econômico Internacional – 23/12/2020

Confira os destaques do Cenário Econômico Internacional desta semana:

  • Petróleo cai 3% após descoberta de mutação da Covid19 no Reino Unido.
  • Joe Biden nomeia mais membros para o Conselho Econômico Nacional.
  • Congresso norte-americano aprova pacote de auxílio e Trump sanciona financiamento provisório.
  • Confiança do Consumidor dos EUA recua em dezembro.
  • Crescimento do PIB dos EUA no terceiro trimestre é revisado.
  • Mercados sentem notícia da nova variante da Covid19 no Reino Unido.
  • Nova variante da Covid19 é descoberta no Reino Unido e ameaça país.
  • Reino Unido mantém fim do período de transição do Brexit em 31 de dezembro.
  • Com avanço da Covid19, Rússia quer aumentar produção da Opep+.
  • Mercado europeu se aquece diante dos progressos de acordo do Brexit.
  • China tem aumento de rebanho de suínos.
  • BC da China intensificará apoio financeiro para setores importantes.
  • Energy China assina dois contratos de construção no Brasil.

Petróleo cai 3% após descoberta de mutação da Covid19 no Reino Unido

Na segunda (21), o preço do Petróleo caiu quase 3% em virtude da descoberta de nova variante da Covid19 no Reino Unido, que é 70% mais transmissível.

O vírus fechou boa parte do Reino Unido, vários países adotaram restrição em relação ao país europeu.

O Petróleo Brent fechou em queda de 1,35 dólar, 2,6%, a US$ 50,91 o barril. Já o Petróleo dos Estados Unidos (WTI) par janeiro recuou 1,36 dólar, 2,8%, está sendo vendido a US$ 47,74 o barril.

Joe Biden nomeia mais membros para o Conselho Econômico Nacional

Na segunda (21), Joe Biden, presidente eleitos dos Estados Unidos nomeou mais pessoas para o Conselho Econômico Nacional.

David Kamin será o vice-diretor do Conselho, Joelle Gamble será a assistente especial do presidente para Política Econômica e Bharat Ramamurti será o vice-diretor do Conselho Econômico Nacional para Reforma Financeira e Proteção ao Consumidor.

Congresso norte-americano aprova pacote de auxílio e Trump sanciona financiamento provisório

Os EUA aprovaram o pacote de quase US$ 900 bilhões para ajudar a economia se recuperar diante da crise causada pela pandemia.

Depois de meses com discussões entre democratas e republicanos, finalmente o plano saiu. Os democratas criticaram o acordo, uma vez que não contempla várias das medidas pedidas, mas disseram ser melhor que nada e que deveriam se apressar.

O presidente Trump aprovou ainda na terça (22) o financiamento provisório das agências federais para supri-las até que o pacote comece a dotar com recursos financeiros os órgãos.

Confiança do Consumidor dos EUA recua em dezembro

Na terça (22), o Conference Board informou que a confiança dos consumidores caiu de forma inesperada em dezembro. O índice caiu a 88,6 pontos, ele estava a 92,9 no mês passado. Os ecônomos da Reuters projetavam uma alta a 97 pontos.

Tudo indica que a desconfiança é devido à sucessão de desempregos e desarranjo do mercado de trabalho norte-americano. Semana após semana o número de primeiros pedidos de auxílio-desemprego está batendo recordes.

Crescimento do PIB dos EUA no terceiro trimestre é revisado

O crescimento do PIB dos EUA no terceiro trimestre foi recorde. Antes da taxa havia sido anunciada como uma expansão de 33,1%, mas na terça (22) ela foi novamente divulgada com uma revisão. O crescimento foi, na verdade, 33,4%.

Mercados sentem notícia da nova variante da Covid19 no Reino Unido

Na segunda (21), o S&P 500 fechou em quedo devido ao sentimento do mercado em relação à notícia da descoberta de nova variante da Covid19 no Reino Unido. Essa nova variante é 70% mais transmissíveis e abalou os mercados ao redor do mundo.

Apesar disso a aprovação do novo pacote de estímulos e auxílio nos Estados Unidos segurou levemente o otimismo do mercado. O S&P 500 perdeu 0,39%, o Nasdaq recuou 0,1% e o Dow Jones teve ganho de 0,12%.

Já o Dólar valorizou-se em relação ao Real diante das mesmas preocupações do mercado. Uma nova variante do vírus e o pacote de auxílio. Na terça (22), a cotação orbitava os R$ 5,15.

Nova variante da Covid19 é descoberta no Reino Unido e ameaça país

Uma nova variante da Covid19 foi descoberta no Reino Unido com a capacidade de transmissão 70% maior.

Diante disso, o Reino Unido adotou posturas mais enérgicas de lockdown e sofreu restrições dos outros países europeus, assim como países em outros continentes. Assim viagens que vinham do país ou carregamentos tiveram que parar, pois muitas das fronteiras se fecharam.

Dessa forma, o Reino Unido enfrenta ameaça de insegurança alimentar. Especialistas dizem que essa pode ser uma prévia do caos que pode acontecer caso não haja acordo comercial para o Brexit.

Reino Unido mantém fim do período de transição do Brexit em 31 de dezembro

O Reino Unido manteve o fim do período de transição do Brexit em 31 de dezembro depois que o premiê escocês pediu que fosse adiando em virtude da complicação da Europa com o novo Coronavírus.

Boris Johnson afirmou que um acordo ainda é possível, mas que o tempo está se esgotando. Ele afirmou ainda que o Reino Unido deve se manter capaz de regular o próprio país e que o maior entrave está no âmbito dos diretos de pesca. Para ele, o Reino Unido, mesmo sem acordo irá prosperar.

Na terça foi anunciado que tanto o Reino Unido, quanto a União Europeia irão fazer um último esforço de cooperação em favor de um acordo comercial, o que empolgou os mercados.

Com avanço da Covid19, Rússia quer aumentar produção da Opep+

Mesmo com a descoberta no Reino Unido de variante mais transmissível da Covid19 e dos temores do mundo, a Rússia pretende aumentar a produção do petróleo na próxima reunião da Opep+.

Em fevereiro a Rússia vê que a produção deveria ser aumentada em 500 mil barris/dia entre os membros da Opep+. Esse seria o aumento máximo acordado pelo grupo e os outros membros precisam concordar com a expansão.

Ainda não está claro se a Arábia Saudita, que preside o grupo junto com a Rússia, apoiará o aumento da produção, uma vez que o país foi relutante no aumento programado para janeiro, dando a entender que preferia o corte.

Mercado europeu se aquece diante dos progressos de acordo do Brexit

Na terça (22), as ações europeias registraram o melhor dia em seis semanas devido à perspectiva de avanço do acordo comercial do Brexit.

O STOXX 600 teve alta de 1,2% recuperando-se da queda de mais de 2% na sessão anterior devido às novas medidas de lockdown e do anúncio da nova variante da Covid 19 no Reino Unido.

China tem aumento de rebanho de suínos

Depois da peste suína africana enfrentada na China, o rebanho cresceu 29,8% em novembro em relação ao mesmo período no ano anterior. A criação de matrizes avançou 31,2% no ano.

Já os preços da carne suína recuaram diante do aumento da oferta no mercado. O quilo está custando 45,8 iuanes, menor valor em 2020.

BC da China intensificará apoio financeiro para setores importantes

O Banco Central Chinês disse que prorrogará apropriadamente as políticas econômicas para ajudar as empresas em dificuldade. Também orientará as instituições financeiras para que aumentem o crédito para setores de inovação tecnológica, desenvolvimento sustentável e manufatura.

Energy China assina dois contratos de construção no Brasil

A Energy China anunciou na segunda (21) que assinou dois contratos de construção no Brasil.

O primeiro contrato é a construção de um parque eólico com capacidade de 231 megawatts no Rio Grande do Norte. Além disse a empresa fornecerá os equipamentos associados, como subestação e linha de transmissão.

Já o segundo contrato é a construção de uma central de geração de energia solar fotovoltaica com capacidade instalada de 638 megawatts, também no Rio Grande do Norte.

Research Matarazzo & Cia. Investimentos 
https://blog.matarazzo-cia.com/ 
23/12/2020

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *