Cenário Econômico Internacional – 30/12/2020

Confira os destaques do Cenário Econômico Internacional desta semana:


  • Greve em Portos da Argentina atrasa embarques.
  • Argentina inicia vacinação contra Covid-19 com a Sputnik V.
  • Trump endurece ordem que impede investimento dos EUA em empresas da China.
  • Biden diz que assessores de Trump estão atrapalhando transição.
  • Trump assina novo pacote de auxílio, mas demora e deixa congressistas furiosos.
  • Wall Street fecha em recorde na segunda e mantêm otimismo na abertura de terça.
  • Governos da União Europeia aprovam acordo comercial do Brexit.
  • UE irá comprar 100 milhões de doses das vacinas da Pfizer/BioNtech.
  • Ações europeias fecham em máxima de dez meses.
  • Pequim isola parte de distrito para frear avanço da Covid-19.
  • Banco Central da China diz que Política Monetária será prudente flexível.
  • Banco Central Japonês fica dividido sobre ajustes em estímulo.
  • Mercado da China tem queda com realização de lucros.

Greve em Portos da Argentina atrasa embarques

Desde 9 de dezembro os sindicatos de todas as classes de trabalhadores portuários estão em greve na Argentina. O sindicato do setor de oleaginosas e uma organização de inspetores de grãos.

Dessa forma, os carregamentos de 162 navios estão atrasados em portos de grãos e produtos agroindustriais no país, o que afetaria o embarque de aproximadamente 1,458 bilhão de dólares ou 3,4 milhões de toneladas de diferentes produtos agrícolas e agroindustriais.

Na terça (29) foi realizada uma reunião entre os sindicatos e empresas agroexportadoras para tentar resolver a greve. O caso da demanda por maiores salários do sindicato das oleaginosas está mais avançado que o caso dos inspetores de grãos.

Argentina inicia vacinação contra Covid-19 com a Sputnik V

Na terça (29), a Argentina começou a vacinar sua população contra a Covid-19 com a vacina Russa Sputnik V. São 300 mil doses que foram entregues na semana anterior.

Críticos da vacina dentro e fora do país afirmaram que a vacina não foi testada corretamente. O Ministro da Saúde respondeu que é preciso ter medo da doença e não da vacina.

Além da vacina da Sputnik V, a Argentina aprovou também as vacinas da Pfizer/BionTech.

Trump endurece ordem que impede investimento dos EUA em empresas da China

O governo dos Estados Unidos ampliou o decreto que proíbe a compra de ações por parte de investidores norte-americanos de empresas chinesas supostamente controladas pelo exército do país.

O Departamento do Tesouro publicou orientações esclarecendo se o decreto publicado em novembro se aplicará a fundos cambiais e indexados a índices, assim como as unidades de empresas designadas como de controle das Forças Armadas da China.

Essa medida vem depois que o Departamento do Tesouro manifestou uma proposta para tentar atenuar a medida, o que foi de encontro com o Departamento de Estado e Departamento de Defesa. Alguns veículos reportaram que o Tesouro tenta excluir empresas chinesas do escopo da ordem da Casa Branca.

Biden diz que assessores de Trump estão atrapalhando transição

Na segunda (28), Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos, disse que muitas agências de segurança no país foram esvaziadas no atual governo, o que ocasiona falta de informação para o próximo governo. Afirmou ainda que o governo Trump está fazendo uma saída irresponsável.

Biden toma posse em 20 de janeiro e ao longo do período de transição disse que sua equipe encontra resistência sobretudo no Departamento de Defesa e no Gabinete de Administração e Orçamento.

Trump assina novo pacote de auxílio, mas demora e deixa congressistas furiosos

Trump assinou na noite de domingo (27) o projeto de lei de ajuda à pandemia, mas só após de privar 14 milhões de americanos de uma semana de auxílio-desemprego.

Os congressistas ficaram furiosos com a demora uma vez que o ataque de Trump ao projeto não era esperado. O país parecia unido em torno da necessidade do auxílio. Até mesmo os republicanos se queixaram, uma vez que o partido ainda concorrerá aos cargos no senado na Geórgia.

Trump aprovou 2,3 trilhões de dólares em ajuda e pacote de gastos. Assim restaurou o auxílio-desemprego, que vem tendo pedidos recordes ao longo das últimas semanas, e poderá manter as agências governamentais funcionando.

Agora os democratas tentarão aprovar pagamentos mais altos, de 2 mil dólares, em uma medida de auxílio pela pandemia para norte-americanos depois que o presidente Donald Trump desistiu de uma briga com parlamentares que poderiam ter bloqueado o governo federal.

Wall Street fecha em recorde na segunda e mantêm otimismo na abertura de terça

Depois de Trump sancionar o novo pacote de ajuda contra a pandemia da Covid-19, os mercados norte-americanos foram abarcados por otimismo.

Na segunda (28), o Dow Jones subiu 0,68% ficando com 30.403,97 pontos. O S%P 500 teve alta de 0,87% a 3.735,36 pontos e o Nasdaq expandiu 0,74% a 12.899,42 pontos.

Na terça (29) os mercados mantiveram o otimismo. Às 13:39 (horário de Brasília), o S&P 500 ganhava 0,39% ficando a 3.750,01 pontos.

Governos da União Europeia aprovam acordo comercial do Brexit

Na terça (29), os governos da União Europeia aprovaram um acordo comercial que regulamenta as relações entre o Reino Unido e o Bloco. Dessa forma, abre-se espaço para sua aplicação provisória a partir de 1º de janeiro.

O acordo foi alcançado em 24 de dezembro, depois de meses de rodadas de negociação e angústia. Houve um momento que o primeiro-ministro britânico chegou a declarar que não havia mais espaço para negociações.

Agora o Reino Unido preserva o acesso à tarifa zero e cota zero. Depois de sua aplicação provisória, deve ser ratificado pelo parlamento europeu no final de fevereiro.

Sobre a pesca, que foi um dos maiores entraves das negociações, O acordo comercial do Brexit contém um período de transição de cinco anos e meio para a pesca, durante o qual haverá redução de 25% das capturas por barcos da UE nas águas do Reino Unido. Depois disso, o acesso estará sujeito a negociações anuais.

Ainda não houve acordo sobre o Gibraltar, território britânico conectado à Espanha.

UE irá comprar 100 milhões de doses das vacinas da Pfizer/BioNtech

A União Europeia irá comprar 100 milhões de doses extras da vacina da Pfizer e da BioNtech contra a Covid-19, o que elevará o total para 300 milhões de doses.

Essa decisão foi motivada pelo atraso inesperado de outras candidatas nos testes clínicos.

A Pfizer e a BioNtech disseram que irão fornecer as primeiras 200 milhões de doses rapidamente após a aprovação regulatória. As 100 milhões extra serão fornecidas com um cronograma diferenciado e negociado.

Em janeiro a União Europeia deve aprovar ainda a vacina da Moderna, o que possibilitaria a demanda por mais 80 milhões de doses num primeiro momento e depois mais 80 milhões num segundo momento.

No total da UE reservou quase 1,3 bilhão de doses considerando empresas fornecedoras como Pfizer, Moderna, Johnson & Johnson, AstraZeneca, Sanofi e CureVac.

Ações europeias fecham em máxima de dez meses

As ações europeias fecharam em uma máxima em dez meses nesta terça-feira, depois que um acordo comercial do Brexit, esperanças de um pacote de estímulo aprimorado nos Estados Unidos e a maratona da campanha de vacinação contra a Covid-19 no continente pintaram um cenário mais otimista para 2021.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,75%, a 1.547 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,76%, a 402 pontos.

Pequim isola parte de distrito para frear avanço da Covid-19

Na terça (29), Pequim isolou 10 áreas doo distrito de Shunyi, no nordeste da capital chinesa. Esse foi o primeiro lockdown na cidade desde junho e julho.

Estão entre as áreas isoladas, seis vilarejos, três edifícios e uma zona industrial. Embora a quantidade de novos casos seja baixa em comparação com o meio de 2020, as autoridades intensificaram as medidas de contenção.

Banco Central da China diz que Política Monetária será prudente flexível

Na terça (29), o Banco Central da China afirmou que a política monetária do país será prudente flexível, direcionada e apropriada e mantendo ainda a taxa de alavancagem estável. A taxa de câmbio do iuan também será mantida. Por fim, disse que deverá orientar as instituições financeiras a elevarem os empréstimos de médio e longo prazo ao setor industrial.

Banco Central Japonês fica dividido sobre ajustes em estímulo

As autoridades do Banco do Japão estavam divididas em relação até onde ir ao ajuste de seu programa de estímulo. Alguns pediam a revisão da estratégia para atingir 2% de inflação. Na divulgação da reunião foi decidido que a política monetária se concentrará num ajuste minucioso da estrutura dos juros para deixá-lo mais sustentável.

Mas alguns membros do conselho do BOJ pediram uma revisão mais ambiciosa, já que o impacto da Covid-19 no crescimento aumentou os temores de um retorno à deflação, mostrou o documento.

Mercado da China tem queda com realização de lucros

O mercado acionário da China teve queda na terça (29) com a realização de lucros por parte de grandes empresas de materiais e energia. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,42%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,54%.

Research Matarazzo & Cia. Investimentos 
https://blog.matarazzo-cia.com/ 
30/12/2020

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *