Cenário Internacional

Cenário Internacional – 30/10/2020

Destaques do cenário internacional desta semana:

AMÉRICA

  • Bolsas de NY fecham em alta com expectativa por balanços de techs e PIB
  • EUA vendem 2,24 milhões de toneladas de milho da safra 2020/21 na semana, diz USDA
  • Trump diz que estímulos fiscais nos EUA serão aprovados após eleição
  • PIB dos EUA registra alta de 33,1% no 3º trimestre, recorde histórico
  • Queda nos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA
  • Dólar se fortalece ante rivais com euro fraco após BCE sinalizar novos estímulos monetários
  • Petróleo fecha em queda de mais de 3%
  • Ouro fecha em queda pressionado por fortalecimento do dólar
  • Em reta final, Trump e Biden fazem campanha na Flórida
  • CEOs do Google, Facebook e Twitter são interrogados no Senado americano
  • Banco do Canadá mantém taxa básica de juros em 0,25%
  • Apple desenvolve buscador para competir com Google
  • 77 milhões não têm acesso à internet na América Latina

EUROPA

  • Banco Central Europeu mantém política monetária
  • Congresso da Espanha estende estado de alarme por pandemia
  • Na Alemanha, CPI cai 0,2% ante outubro de 2019
  • OCDE: Novos lockdowns trarão grande impacto para as economias
  • Governo alemão confirma mais 9 casos de peste suína
  • FMI: Economia do Reino Unido deve ter contração de 10,4%
  • “Banco Central Mundial” deve lançar moeda digital em 2020
  • Zona do Euro: Índice de sentimento econômico fica estável em Outubro

ÁSIA

  • Japão projeta estação espacial futurista em Tóquio
  • Turquia eleva tom após publicação de caricatura de presidente
  • China aprova plano econômico para 2021 a 2025

ORIENTE MÉDIO

  • EUA suspende restrições a financiamento de pesquisas em territórios ocupados por Israel
  • Líbano e Israel iniciam discussões técnicas sobre fronteira marítima

América

Bolsas de NY fecham em alta com expectativa por balanços de techs e PIB

As bolsas de Nova York fecharam o pregão desta quinta-feira (29) em alta, com recuperação parcial da queda de 3% da sessão anterior, em meio à expectativa de investidores pelos balanços de grandes empresas de tecnologia e comunicação.

O otimismo também foi apoiado por um crescimento maior do que o esperado do PIB dos EUA no terceiro trimestre de 2020.

O Dow Jones subiu 0,52%, a 26.659,11 pontos, o S&P 500 avançou 1,19%, a 3.310,11 pontos, e o Nasdaq registrou alta de 1,64%, a 11.185,59 pontos.

Perto do horário de fechamento, o índice de volatilidade VIX, conhecido como o “termômetro do medo” em Wall Street, recuava 8,76%, a 36,79 pontos, após ter atingido 40 pontos na quarta pela primeira vez desde junho.

Depois de iniciarem o pregão sem direção única, os índices acionários entraram em rali à tarde, impulsionados pelos setores de serviços de comunicação e de tecnologia, que registraram altas de 2,86% e 1,89%, respectivamente, no S&P 500.

EUA vendem 2,24 milhões de toneladas de milho da safra 2020/21 na semana, diz USDA

De acordo com o USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) exportadores do país norte-americano venderam 2,244 milhões de toneladas de milho da safra 2020/21 na semana encerrada em 22 de outubro.

O volume é 23% maior do que o reportado para a mesma temporada na semana anterior e 56% superior à média das últimas quatro semanas.

Os principais compradores foram destinos não revelados (763,7 mil t), México (496,8 mil t), Japão (483,2 mil t), Colômbia (187,1 mil t) e Israel (82,5 mil t), que compensaram cancelamentos feitos por República Dominicana (15,5 mil t), Costa Rica (13,5 mil t) e Canadá (7,6 mil t).

O resultado da semana ficou acima das estimativas de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam vendas entre 1 milhão de toneladas e 1,5 milhão de toneladas.

Trump diz que estímulos fiscais nos EUA serão aprovados após eleição

O presidente Donald Trump afirmou que continua comprometido com a adoção de mais estímulos fiscais nos Estados Unidos. De acordo com Trump, após a eleição de 3 de novembro seu governo conseguirá aprovar mais crédito tributário.

Em entrevista, Trump voltou a criticar a China, dizendo que o país enviou “uma praga”, que deveria ter sido interceptada antes pelo próprio país. Segundo ele, os funcionários de um restaurante ou seu proprietário, por exemplo, não têm culpa sobre a crise atual, por isso devem ser apoiados.

PIB dos EUA registra alta de 33,1% no 3º trimestre, recorde histórico

Segundo comunicado do Departamento do Comércio nesta quinta-feira (29), o PIB dos Estados Unidos alcançou recuperação recorde de 33,1% no terceiro trimestre deste ano.

A primeira leitura do PIB trimestral indicou que houve uma recuperação, em dados anualizados, de 33,1%, ante contração recorde de 31,4% no 2° trimestre de 2020.

Os dois dados representam os números mais baixos e mais altos já registrados pelo governo dos EUA desde que o acompanhamento teve início em 1947.

Os 33,1% de recuperação do terceiro trimestre refletem aumentos nos gastos do consumidor, estoque, investimento, exportações, investimento empresarial e investimento em habitação, de acordo com o escritório oficial de estatísticas (BEA).

No caso dos gastos do consumidor, os responsáveis foram o setor de serviços e bens.

Queda nos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA

Os novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos registraram queda de 40 mil na semana encerrada em 24 de outubro, a 751 mil, de acordo com dados publicados nesta quinta-feira (29) pelo Departamento do Trabalho do país.

O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam 778 mil solicitações.

O total de pedidos da semana anterior foi ligeiramente revisado para cima, de 787 mil para 791 mil. Já o número de pedidos continuados teve redução de 709 mil na semana encerrada em 17 de outubro, a 7,756 milhões.

Dólar se fortalece ante rivais com euro fraco após BCE sinalizar novos estímulos monetários

O dólar se fortaleceu na comparação com rivais nesta quinta-feira (29), com a continuação do processo de aumento da demanda pela segurança da divisa norte-americana diante das incertezas causadas pelo avanço global do coronavírus.

O movimento foi possibilitado também pela desvalorização do euro, após o BCE (Banco Central Europeu) sinalizar novos estímulos monetários.

No fim da tarde desta quinta-feira (29) em Nova York, o dólar avançava a 104,65 ienes. O índice DXY, que mede a variação da moeda dos Estados Unidos ante uma cesta de seis rivais fortes, fechou em alta de 0,58%, a 93,955 pontos.

No mesmo horário, o euro caía a US$ 1,1679, depois que o Banco Central Europeu anunciou a manutenção das taxas de juros e dos programas de compras de ativos nos níveis atuais.

Segundo a presidente do BCE, Christine Lagarde, os riscos para a economia da zona do euro estão “claramente inclinados para o negativo”, em meio à segunda onda de casos de Covid-19 na região.

Na comparação com emergentes, o dólar operou majoritariamente em baixa, recuando a 78,3388 pesos argentinos a 78,735 rublos russos.

Petróleo fecha em queda de mais de 3%

Os contratos futuros de petróleo fecharam com fortes perdas nesta quinta-feira (29), em mais um dia de onda generalizada da commodity, diante dos temores de que o persistente avanço global do coronavírus atrapalhe a já ameaçada recuperação da demanda.

As incertezas estimularam a demanda pelo dólar, que se apreciou e pressionou o ativo energético.

O petróleo WTI para dezembro fechou em baixa de 3,26%, em US$ 36,17 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para janeiro recuou 3,48%, a US$ 38,26 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Ao longo da sessão, as perdas desaceleraram, em meio a indicadores econômicos positivos. O Departamento do Comércio dos Estados Unidos informou que o PIB do país registrou expansão de 33,1% no terceiro trimestre deste ano. O resultado ficou acima da mediana das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast, que apontava para um avanço de 32%.

Investidores monitoram também o comportamento do Furacão Zeta, que chegou à costa do Golfo do México no estado americano da Louisiana, paralisando parte da produção local.

Ouro fecha em queda pressionado por fortalecimento do dólar

O contrato futuro de ouro mais líquido fechou em queda nesta quinta-feira (29), pressionado pelo fortalecimento do dólar.

Embora costume se beneficiar em tempos de turbulências, o metal precioso tem sido prejudicado por conta da valorização da divisa dos Estados Unidos.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro encerrou em baixa de 0,59%, a US$ 1.868,00 a onça-troy.

Em reta final, Trump e Biden fazem campanha na Flórida

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, e seu rival, Joe Biden, falaram a apoiadores nesta quinta-feira (29) no Estado-chave da Flórida.

Uma sondagem da Reuters/Ipsos divulgada na quarta-feira (28) apontou que Trump está em um empate virtual com Biden na Flórida — 49% dizem que votarão em Biden e 47% no atual presidente.

Com seus 29 votos eleitorais, o Estado é um grande prêmio na eleição de 3 de novembro.

CEOs do Google, Facebook e Twitter são interrogados no Senado americano

Os CEOs do Facebook, Mark Zuckerberg, Google, Sundar Pichai, e Twitter, Jack Dorsey, participaram nesta quarta-feira (28) de audiência no Senado norte-americano.

Senadores do Comitê de Comércio questionaram os executivos sobre suas políticas de moderação de conteúdo.

Alguns legisladores exigiram mais transparência das empresas de mídia social, enquanto outros pediram explicações sobre casos específicos em que o conteúdo foi removido ou rotulado nas plataformas.

Os senadores confrontaram os executivos sobre outros tópicos, incluindo antitruste, desinformação sobre votação e interferência eleitoral.

O Facebook e o Twitter tomaram nos últimos dias medidas para desacelerar a disseminação de alguns conteúdos, trazendo alegações de parcialidade, censura e até interferência eleitoral.

Banco do Canadá mantém taxa básica de juros em 0,25%

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (28), o Banco do Canadá (BoC) informou que decidiu manter sua taxa básica de juros (overnight) em 0,25%.

A entidade afirmou que o país entrou em um período de crescimento mais contido, após a rápida expansão que seguiu a retomada da atividade econômica.

O BoC disse que manterá a taxa básica de juros “no limite inferior efetivo até que a folga econômica seja absorvida, de modo que a meta de inflação de 2% seja alcançada de forma sustentável”. Segundo o banco, isso não deve acontecer até 2023.

A instituição projetou contração de 5,7% na economia do Canadá em 2020, menos do que a de 7,8% anteriormente divulgada. Em 2021, espera crescimento de 4,2%, seguido de avanço de 3,7% em 2022 no Canadá.

Apple desenvolve buscador para competir com Google

A Apple acelerou os esforços para desenvolver seu próprio mecanismo de busca, o que permitiria à gigante oferecer uma alternativa ao Google, de acordo com o jornal Financial Times.

A reportagem, que cita fontes sem identificação, afirma que sinais de uma tecnologia de motor de busca começaram a aparecer no sistema operacional iOS 14, da Apple.

Enquanto isso, aumenta o escrutínio dos reguladores antitruste, que processaram o Google nos Estados Unidos por sua posição dominante na tecnologia de busca.

Como parte da ação, o Departamento de Justiça americano observou que o Google paga bilhões de dólares à Apple para ser o principal mecanismo de busca nos dispositivos com iOS.

A Apple não respondeu de imediato a uma consulta da AFP. Reportagens anteriores indicaram que a empresa havia iniciado uma pesquisa interna para a criação de um mecanismo de busca.

Segundo o Financial Times, a Apple contratou há dois anos o chefe de buscas do Google, John Giannandrea, para ajudar a desenvolver capacidades de inteligência artificial e também sua assistente virtual, a Siri.

77 milhões não têm acesso à internet na América Latina

A recessão causada pela pandemia de Covid-19 está provocando aumento no número de pessoas abaixo da linha de pobreza e em extrema pobreza na América Latina e no Caribe, principalmente nas áreas rurais.

O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Microsoft realizaram o estudo “Conectividade rural na América Latina e no Caribe – Uma ponte para o desenvolvimento sustentável em tempos de pandemia” com o objetivo de promover a conectividade no meio rural.

A pesquisa, que concentra o trabalho em 24 países latino-americanos e caribenhos e fornece um panorama abrangente da situação da conectividade rural na região, mostra que pelo menos 77 milhões de pessoas que vivem na zona rural da região carecem de conectividade com padrões mínimos de qualidade.

“Temos o objetivo de mitigar radicalmente as lacunas que travam o desenvolvimento. A lacuna de conectividade rural-urbana é uma das mais importantes”, disse em comunicado o diretor geral do IICA, Manuel Otero.

Europa

Banco Central Europeu mantém política monetária

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter sua política monetária após reunião concluída nesta quinta-feira (29), porém, prometeu “recalibrar seus instrumentos” quando for apropriado para “garantir que as condições financeiras permaneçam favoráveis”.

As principais taxas de juros do BCE, a de refinanciamento e a de depósitos, permaneceram respectivamente em 0% e -0,50%.
O BCE manteve também o volume de seu Programa de Compras de Emergência na Pandemia (PEPP, na sigla em inglês) em 1,35 trilhão de euros.

O tamanho do Programa de Compras de Ativos (APP, na sigla em inglês) também ficou inalterado, em 120 bilhões de euros, a um ritmo mensal de 20 bilhões de euros.

Em comunicado, o BCE reiterou que o período de vigência do PEPP irá pelo menos até o fim de junho de 2021 e que as compras do programa serão conduzidas de maneira flexível. Entretanto, a instituição voltou a ressaltar que as compras do PEPP continuarão até que a crise da Covid-19 seja superada.

Congresso da Espanha estende estado de alarme por pandemia

O Congresso espanhol aprovou nesta quinta-feira (29) uma prorrogação de seis meses do estado de alarme solicitado pelo governo, o que permite a aplicação de restrições para conter a pandemia de Covid-19.

Este regime excepcional, que vigorará até 9 de maio, dá cobertura legal para o toque de recolher em quase todo o país e autoriza as regiões, competentes em matéria de saúde pública, a confinar seus territórios para limitar a mobilidade dos espanhóis.

Os governos de muitas das 17 regiões espanholas já se valeram desta opção, fechando regiões perimetrais ou municípios que abrangem cerca de três quartos dos 47 milhões de habitantes.

Na Alemanha, CPI cai 0,2% ante outubro de 2019

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha caiu 0,2% em outubro em comparação com o mesmo mês de 2019, segundo dados preliminares divulgados nesta quinta-feira (29) pela Destatis, a agência de estatísticas alemã.

A expectativa de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal era de recuo de 0,3%. Em relação a setembro, o CPI alemão subiu 0,1% em outubro, enquanto a projeção era de estabilidade.

A Destatis avalia que os valores da inflação estão ligados à redução do Imposto por Valor Agregado (IVA), em vigor no país desde 1º de julho deste ano.

OCDE: Novos lockdowns trarão grande impacto para as economias

O secretário-geral da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), Angel Gurría, afirmou nesta quinta-feira (29), que os novos lockdowns implementados para combater a segunda onda da Covid-19 devem trazer um grande impacto para as economias ao redor do mundo.

Em coletiva de imprensa, Gurría afirmou que “Estamos vendo os novos casos na Europa e nos Estados Unidos, mas ainda não sabemos o tamanho do impacto. Obviamente, será negativo”.

Segundo secretário-geral, o impacto da segunda onda vai depender da duração da escalada dos casos. No mês passado, a OCDE havia melhorado suas projeções para a economia global. Passou de uma queda de 6,0% para uma retração de 4,5%, conforme lembrou Gurría.

Em seu discurso, Gurría disse também que a pandemia causou uma situação econômica terrível, com consequências nos campos sociais.

Governo alemão confirma mais 9 casos de peste suína

O Ministério Federal da Alimentação e Agricultura da Alemanha confirmou mais nove casos de peste suína africana em javalis no Estado de Brandemburgo, nesta quinta-feira (29).

O total de casos confirmados soma, até agora, 103. Por enquanto, a doença continua concentrada em javalis, no Estado no leste do país.

Todos os animais encontrados mortos vêm da primeira área central distrito de Oder-Spree, onde o surto se iniciou, afirmou o laboratório nacional de referência – o Instituto Friedrich Loeffler (FLI).

As populações de suínos domésticos na Alemanha ainda estão livres da peste suína africana. A doença é inofensiva para os humanos.

FMI: Economia do Reino Unido deve ter contração de 10,4%

O FMI projetou nesta quinta-feira (29) que a economia do Reino Unido sofrerá contração de 10,4% em 2020, com recuperação parcial em 2021, quando deverá crescer 5,7%.

Nos dois casos houve revisão em baixa, em comparação com a mais recente projeção do Relatório Perspectiva Mundial.

O Reino Unido passava por uma reação econômica inicial forte, após o auge do choque da Covid-19, mas isso é agora ameaçado por uma segunda onda da doença, pela incerteza com as negociações com a União Europeia, o crescente desemprego e o estresse já existente sobre os balanços corporativos, adverte o FMI.

Nese contexto, o Fundo insiste também na necessidade de manutenção do apoio político.

“Banco Central Mundial” deve lançar moeda digital em 2020

O Banco de Compensações Internacionais (BIS), responsável pela supervisão de 55 bancos centrais do mundo e denominado de “banco central mundial”, anunciou que pretende lançar uma moeda digital própria, em parceria com o Banco Nacional Suíço (SNB), até o final de 2020.

De acordo com Benoit Coeuré, diretor do hub de inovações do BIS, a emissão de um CBDC (Central Bank Digital Currency – moeda digital emitida por bancos centrais) de atacado abrirá o caminho para experimentos no desenvolvimento de um CBDC de varejo, que pode incluir interligações com sistemas de pagamento existentes, APIs para distribuição, trilhas de identidade digital, monitoramento de compliance, segurança cibernética e combate a fraudes.

Coeuré disse ainda que a emissão de um CBDC poderá auxiliar os bancos centrais a ter maior controle de liquidez e confiança no valor da sua moeda.

As moedas digitais de bancos centrais têm ganhado força, principalmente depois do governo chinês iniciar os testes com o yuan digital. Entre os bancos centrais, 80% já iniciaram projetos para desenvolvimento de seus CBDCs – e o Brasil está entre eles.

Zona do Euro: Índice de sentimento econômico fica estável em Outubro

O índice de sentimento econômico da Zona do Euro, que mede a confiança de setores corporativos e dos consumidores, ficou estável no mês de outubro ante setembro, em 90,9, em meio à segunda onda de covid-19 na região, de acordo com dados publicados na quinta-feira (29), pela Comissão Europeia.

O resultado de setembro foi ligeiramente revisado para baixo, de 91,1 originalmente. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam queda do indicador a 89,6 neste mês.

Apenas a confiança do consumidor diminuiu de -13,9 em setembro para -15,5 em outubro, confirmando estimativa prévia e em linha com a previsão de analistas, enquanto a da indústria avançou de -11,4 para -9,6 no mesmo período, ficando acima do consenso de -10,5, e a do segmento de serviços piorou de -11,2 para -11,8.

Ásia

Japão projeta estação espacial futurista em Tóquio

Projetado para servir como base de lançamento de turistas em viagens espaciais, o Spaceport City, em Tóquio, chama atenção pelo visual futurista, com espaços ondulados e duas torres cilíndricas espelhadas que servirão de local para diversas atividades relacionadas à vida fora da Terra.

O Spaceport foi projetado pela Noiz Architects em conjunto com a Canaria, uma empresa de designers, a Dentsu, companhia de comunicações, e a organização Spaceport Japan.

Segundo a CNN, a ideia do local é criar toda uma ambientação espacial e promover aos clientes uma verdadeira experiência espacial – ou o que se imagina dela.

Turquia eleva tom após publicação de caricatura de presidente

A Turquia ameaçou a França com medidas diplomáticas após a publicação de uma caricatura do presidente Erdogan, pelo semanário satírico francês, Charlie Hebdo.

O desenho despertou a ira em Ancara, que abriu uma investigação por “insulto ao chefe de Estado” e prometeu uma ação diplomática, sem dar maiores detalhes.

Nos últimos dias, Erdogan multiplicou os ataques a seu contraparte francês, Emmanuel Macron, acusando-o de “islamofobia” por defender o direito a fazer caricaturas do profeta Maomé durante uma cerimônia em homenagem ao professor francês, decapitado por ter mostrado este tipo de desenho durante uma aula.

China aprova plano econômico para 2021 a 2025

Líderes da China prometeram nesta quinta-feira (29) impulsionar o PIB per capita do país para o “nível mediano de economias desenvolvidas” em 15 anos, uma ambiciosa meta que, segundo economistas, vai exigir que o patamar atual seja triplicado até 2035.

A meta de PIB veio com a aprovação do 14º plano econômico de cinco anos da China, referente ao período de 2021 a 2025, e de um projeto de desenvolvimento até 2035.

O documento foi divulgado nesta quinta-feira (29), após o fim de uma reunião de quatro dias de líderes do Partido Comunista chinês e num ano volátil marcado pela pandemia do novo coronavírus e por confrontos geopolíticos com os EUA.

De modo geral, a proposta evita objetivos numéricos específicos e estabelece uma série de prioridades, incluindo o fortalecimento do consumo doméstico e da ciência e tecnologia locais, área que é mencionada 11 vezes no novo plano de cinco anos, ante quatro vezes no anterior.

A liderança chinesa disse que buscará “desenvolvimento econômico saudável e sustentável” nos próximos cinco anos, em parte impulsionando o consumo doméstico, diz o documento, que foi revelado pela agência de notícias estatal chinesa Xinhua.

De acordo com economistas, e meta do PIB per capita para 2035 seria algo em torno de US$ 30 mil por ano, valor que está entre os níveis de 2019 de US$ 31.762 e US$ 29.614 da Coreia do Sul e da Espanha, respectivamente.

Oriente Médio

EUA suspende restrições a financiamento de pesquisas em territórios ocupados por Israel

Os Estados Unidos suspenderam, nesta quarta-feira (28), as restrições sobre o financiamento de pesquisas israelenses na Cisjordânia e no Golã, territórios ocupados por Israel, encerrando uma medida política dos anos 1970.

Washington assinou acordos de cooperação científica com Israel nos anos 70, que excluíam as instituições e empresas israelenses que desenvolviam sua atividade na Cisjordânia e Golã.

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro israelense, comemorou a decisão, que ocorre a menos de uma semana da eleição presidencial nos EUA.

Durante a Presidência de Trump, que Netanyahu considera o melhor aliado que Israel já teve na Casa Branca, os Estados Unidos reconheceram a anexação de boa parte das colinas do Golã, tomadas da Síria durante a guerra de 1967.

Líbano e Israel iniciam discussões técnicas sobre fronteira marítima

Líbano e Israel, países vizinhos oficialmente em guerra, iniciaram nesta quarta-feira (28) discussões técnicas para delimitar sua fronteira marítima e levantar obstáculos à exploração de hidrocarbonetos, em uma segunda rodada de negociações inéditas sob os auspícios de Washington e da ONU.

Como na sessão inaugural em 14 de outubro, o encontro entre as delegações libanesa e israelense, com duração de dois dias, acontece nos escritórios da ONU em Naqoura, uma cidade no sul do Líbano na fronteira com Israel, informou a agência nacional de informação libanesa ANI.

Após vários anos de esforços diplomáticos dos Estados Unidos nos bastidores, Líbano e Israel anunciaram no início de outubro o lançamento dessas negociações, “históricas” segundo Washington.

A mediação agora é garantida por um alto funcionário americano, John Desrocher.

O Líbano insiste na natureza “técnica” e não política das discussões, deixando claro que se trata de discussões “indiretas”, o que significa que as duas equipes não dialogam.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *