Implementação do PIX

Banco Central divulga avanço na implementação do PIX

De acordo com divulgação realizada pelo Banco Central, a implementação do PIX, método de pagamento que permitirá transferências em até 10 segundos, já tem cronograma para acontecer.

No comunicado, o BC informou que foi instituído o provedor para o SPI (Sistema de Pagamentos Instantâneos) e a Conta PI (Conta de Pagamentos Instantâneos).

Segundo a circular nº 4.027, o Banco Central registrou que o SPI funcionará como a infraestrutura centralizada para liquidação bruta onde o processamento ocorrerá em tempo real, no caso de pagamentos instantâneos.

Isso se aplicará aos participantes que tiverem titularidade da Conta PI.

Após publicação, o documento foi aprovado em sessão extraordinária pela diretoria colegiada do próprio Banco Central do Brasil.

Veja Também: Saiba tudo sobre o BR Code

Além das diretrizes sobre o sistema e a conta, o documento informa como será a regulação do funcionamento das ferramentas informadas.

O cronograma divulgado pelo BC aponta que o PIX estará pronto para funcionar a partir do dia 3 de novembro de 2020.

Contudo, o BC avalia que a ferramenta funcione plenamente até o dia 16 de novembro também deste ano.

Nesse caso, instituições financeiras e bancos que possuem mais de 500 mil clientes terão que se adequar à tecnologia conforme foi exigido pelo Banco Central dentro desses prazos.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *